Buscar
  • Bruno Milano via TRT9

Médicos terão nova audiência para discutir convenção coletiva




*A transmissão inicia no minuto 12:29´


Em audiência de dissídio coletivo realizada nesta terça-feira (31) na sede do TRT-PR, em Curitiba, médicos e entidades patronais que representam clínicas, hospitais e outros estabelecimentos de saúde decidiram prosseguir as negociações em torno de uma nova convenção coletiva, válida para todo o Paraná. O processo de dissídio coletivo foi ajuizado pelo Sindicato dos Médicos do Paraná (Simepar) contra 11 entidades patronais. Diante do impasse nas negociações para uma nova convenção, a desembargadora Rosalie Michaele Bacila Batista, que presidiu a sessão, questionou se as partes estavam dispostas a prosseguir na busca de acordo ou se o processo deveria ser encerrado e enviado para julgamento pela Seção Especializada. A opção foi pela continuidade da negociação, sendo que o Sindicato dos Médicos deixou consignado nos autos a pretensão de R$ 75,00 como valor da hora-base salarial.


Os Sindicatos de Hospitais e Estabelecimentos de Saúde do Estado foram representados por Bruno Milano, advogado, e Claudio Lubascher, Diretor do Sistema SINDIPAR/FEHOSPAR. A proposta patronal, que contempla o repasse dos reajustes já concedidos à categoria preponderante de 2010 até 2016 (índice superior a 84%) foi rechaçada na Audiência.


Paralelamente às negociações, foi concedido prazo de 10 dias para o Simepar se manifestar sobre a defesa apresentada nos autos pelas entidades patronais.

6 visualizações
  • Branca Ícone Instagram
  • fb_03.png

Escritório de Advocacia especializado em Direito Médico e Hospitalar

Curitiba . PR

Rua Almirante Tamandaré, 1419. Juvevê

CEP: 80.040 - 110

+55 41 3311 . 2311

fmem@fmem.adv.br