Buscar

Resolução CMED nº 2/2018, um potencial colapso no sistema de saúde.

No dia 23/08/2018, a Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos - CMED, Conselho de Governo composto pelos Ministérios da Saúde, Casa Civil, Justiça, Fazenda, Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, secretariado pela ANVISA, expediu a CMED 2/2018, que aos prestadores de serviços de saúde dispõe: “Art. 5º As infrações à regulação do mercado de medicamentos serão classificadas, segundo sua natureza, em 2 (dois) grupos: I – infrações classificadas como não quantificáveis: (...); d) ofertar medicamento com valor superior àquele pelo qual foi adquirido; e) divulgar preço acima do máximo publicado nas mídias especializadas de grande circulação; (...); II - infrações classificadas

Resolução CMED nº 2/2018, um potencial colapso no sistema de saúde.

No dia 23/08/2018, a Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos - CMED, Conselho de Governo composto pelos Ministérios da Saúde, Casa Civil, Justiça, Fazenda, Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, secretariado pela ANVISA, expediu a CMED 2/2018, que aos prestadores de serviços de saúde dispõe: “Art. 5º As infrações à regulação do mercado de medicamentos serão classificadas, segundo sua natureza, em 2 (dois) grupos: I – infrações classificadas como não quantificáveis: (...); d) ofertar medicamento com valor superior àquele pelo qual foi adquirido; e) divulgar preço acima do máximo publicado nas mídias especializadas de grande circulação; (...); II - infrações classificadas

  • Branca Ícone Instagram
  • fb_03.png

Escritório de Advocacia especializado em Direito Médico e Hospitalar

Curitiba . PR

Rua Almirante Tamandaré, 1419. Juvevê

CEP: 80.040 - 110

+55 41 3311 . 2311

fmem@fmem.adv.br