Buscar

Agora é possível digitalizar e eliminar o prontuário de papel

Um dos grandes custos enfrentados por quem presta serviços em saúde é a gestão documental do Prontuário, documento único, que contém todas as informações sobre a saúde do paciente, de maneira multidisciplinar. É possível afirmar com segurança que o documento pertence ao paciente, mas o dever de guarda é do estabelecimento, hospital, consultórios... É o que o Direito chama de contrato de depósito gratuito, decorrente da atividade praticada. O tempo de guarda atualmente é de 20 anos, contados da última anotação, em regra, mas podendo não ter limitação, como no caso de paciente incapaz, contra quem não corre a prescrição. A partir de 28/12/2018, os Prontuários poderão ser digitalizados e a vers

Agora é possível digitalizar e eliminar o prontuário de papel

Um dos grandes custos enfrentados por quem presta serviços em saúde é a gestão documental do Prontuário, documento único, que contém todas as informações sobre a saúde do paciente, de maneira multidisciplinar. É possível afirmar com segurança que o documento pertence ao paciente, mas o dever de guarda é do estabelecimento, hospital, consultórios... É o que o Direito chama de contrato de depósito gratuito, decorrente da atividade praticada. O tempo de guarda atualmente é de 20 anos, contados da última anotação, em regra, mas podendo não ter limitação, como no caso de paciente incapaz, contra quem não corre a prescrição. A partir de 28/12/2018, os Prontuários poderão ser digitalizados e a vers

  • Branca Ícone Instagram
  • fb_03.png

Escritório de Advocacia especializado em Direito Médico e Hospitalar

Curitiba . PR

Rua Almirante Tamandaré, 1419. Juvevê

CEP: 80.040 - 110

+55 41 3311 . 2311

fmem@fmem.adv.br